“A paixão por ensinar tem de ser genuína”

Aos 41 anos, a professora Renata Tedesco Saccomani dá aulas desde os seus 18 anos. Quando criança, ela morou na Alemanha. Ao longo de sua carreira, conquistou os certificados FCE, CAE e ICELT, que comprovam seu conhecimento na Língua Inglesa. Hoje, Renata é coordenadora dos Young Learners na Cultura Jundiaí:

Como foi o começo de sua carreira?

Tinha uns sete anos quando voltamos da Alemanha para o Brasil e minha mãe me matriculou em uma escola alemã. Aos 13 anos, comecei a estudar em uma escola de inglês. Em minha adolescência fui monitora. Com o tempo, fui me aprimorando até que pedi para o dono da escola para dar aulas e ele aceitou. No início, só dei aula para adultos.

E como busca novos conhecimentos e atualização para aplicar em sala de aula?

Sempre participei de muitos congressos. Hoje, me atualizo acompanhando webinars, recebendo conteúdos de outros professores e compartilhando conhecimento em grupos de redes sociais. Na Cultura, também temos treinamentos constantemente.

O que mais te marcou nesses 23 anos de carreira?

Há 10 anos, mais ou menos, abri a porta da sala e estava tudo escuro, quando acendi a luz, meus alunos tinham enfeitado toda a sala com bexigas e preparado uma festa surpresa para mim, com bolo e docinhos. Eles me deram um CD de presente com várias músicas, pois sabiam que eu gosto de música.

Renata Tedesco com Jack Scholes e Beatriz Solino
Renata Tedesco com Jack Scholes e Beatriz Solino

Qual o segredo para ser um bom professor e conquistar a atenção dos alunos?

A paixão por ensinar tem de ser genuína. O professor tem de ser atencioso, saber ouvir e também falar. Ele precisa prender a atenção do aluno com sua didática para que o estudante sinta confiança em seu trabalho e, assim, um bom relacionamento seja criado.

Um professor sempre marca a vida de um aluno…

Exato. É preciso entender que ser professor é ser referência para seus alunos. Você compartilha conhecimento de vida, que é tão importante quanto aprender um novo idioma.

O que quer dividir com os alunos neste momento?

Que eles jamais desistam, por mais difícil que algo pareça, e sempre persistam. Que eles consigam ser despertados e conquistados por esse idioma e, para isso, trabalhem junto com seu professor para que o caminho a ser percorrido seja tranquilo.

Professora e coordenadora Renata em um dos momentos na Cultura
Professora e coordenadora Renata em um dos momentos na Cultura Inglesa

Deixe uma resposta