“Os alunos têm me ensinado a ouvir e observar cada vez mais”

O vínculo da teacher Fernanda Gomide com a Cultura Inglesa começou aos cinco anos, quando ela passou a estudar Inglês na unidade de Uberlândia. Atualmente, aos 40 anos, ela conta que, desde então, nunca parou estudar por ser um idioma frequentemente atualizado.

Fernanda lembra que sua carreira como professora teve início no curso de Ciências Biológicas na Universidade Federal de Uberlândia. “Muitos colegas do curso me pediam ajuda para traduções de artigos científicos e também para ensiná-los Inglês. Ao partir daí, fui indicada para ser professora de Inglês em uma escola de idiomas”, detalha.

O lado bióloga

Como bióloga, Fernanda desenvolveu vários estudos científicos na área de interação inseto-planta no bioma Cerrado. “Também participei de grupos de levantamento de aves do Cerrado, fiz alguns estudos de identificação e levantamento de fauna na Serra do Japi, quando conheci Jundiaí”, destaca.

Depois disso, ela atuou como professora de Ciências e Biologia das redes públicas e municipais de São Paulo, mas sem deixar de lado a carreira de professora de idiomas.

O Inglês

A paixão pelo idioma falou mais alto e Fernanda aponta o que a marcou e continua marcando em sala de aula. “Sem dúvida alguma é presenciar o aprendizado contínuo dos estudantes, explorar o potencial deles e perceber que muitos vão além de nossas expectativas”, afirma.

Segundo a teacher, ela também aprende – e muito! – com seus alunos. “Eles têm me ensinado a ouvir e observar cada vez mais, e, sobretudo, a enxergar o mundo sob diversas e surpreendentes perspectivas. A curiosidade dos alunos me surpreende a cada dia”, finaliza.